terça-feira, 29 de setembro de 2009

O MALAMBO

O Malambo é “dança individual” dos camponeses argentinos -, tivesse desaparecido como competição espontânea até aos anos vinte do século passado, não está hoje menos viva.
Não nos estamos a referir a um Malambo acrobático de “lanzas” ou “boleadoras” (cordas com bolas nas pontas com que os gaúchos imobilizam o gado), esse encontramo-lo nos casinos de Las Vegas ou no Lido de Paris. Estamos a falar de uma dança varonil e hábil cuja origem alguns estudiosos traçam desde os finais do século XVIII.
Recentemente celebraram-se os 42 anos de vida do Festival Nacional de Malambo de Laborde (na central província de Córdoba, Argentina) uma pequena povoação a 600 quilómetros de Buenos Aires. Trata-se de um “encontro” quase secreto, se o medirmos pela sua escassa repercussão nos meios massivos de difusão.
Mas, ao contrário, para os malambistas de todo o país, Laborde é uma verdadeira Meca: o ponto geográfico onde se concentram, uma vez por ano, as suas mais altas expectativas. Curiosamente, o título de Campeão Nacional de Malambo não traz consigo nenhuma compensação económica, apenas – e só – a satisfação de saber-se premiado pela excelência da “rotina” (nome dado à “variação” de sapateado) que se prepara para Laborde. Todo um ano, é o tempo que se leva a criar e a ensaiar uma “rotina” que não pode exceder - de acordo com o regulamento - cinco minutos.

domingo, 27 de setembro de 2009

LENDA DA ERVA MATE


Lenda...

Uma das tribos nômades se deteve nas ladeiras das serras onde nasce o rio Tabay e, quando retomou seu caminho, um dos membros da tribo, um índio velho e cansado pelos anos, ficou refugiado na selva, na companhia de sua filha Yaríi, que era muito bonita. Um dia, chegou ao esconderijo do velho um homem que possuía uma pele de cor estranha e se vestia com roupas esquisitas, a quem receberam com generosidade.

O velho ofereceu ao visitante uma carne assada de acuti, um roedor da região, e um prato de tambu, que é preparado com uma larva de carne branca e abundante que os Guarani criam nos troncos de pinhó.

Conta a lenda que o visitante era um enviado do Deus do Bem, que quis recompensar tanta generosidade proporcionando-lhes algo que pudessem oferecer sempre aos seus visitantes e que poderia encurtar as horas de solidão às margens dos riachos onde descansavam. Para eles, fez brotar uma nova planta no meio da selva, que chamou de Yaríi, deusa que a protegia, e confiou seus cuidados a seu pai, Cáa Yaráa, ensinando-lhe a secar seus ramos ao fogo e a preparar uma iguaria que poderiam oferecer a todos os que os visitassem. Desde então, a nova planta cresce, oferecendo folhas e galhos para preparar o mate.

Nomes Populares

Mate, erveira, congonha, erva, erva-verdadeira, erva-congonha, chá-mate, chá-do-paraguai, chá-dos-jesuítas, chá-das-missões, mate-do-paraguai, chá-argentino, chá-do-brasil, congonha-das-missões, congonheira, mate-legítimo, mate-verdadeiro, chimarrão, terere, chá verde nacional.

Outras denominações menos comuns são: erva-de-são bartolomeu, cu-de-boi, orelha-de-burro, chá-do-paraná, congonha-de-mato-grosso, congonha-genuína, congonha-mansa, congonha-verdadeira, erva-senhorita. Denominações indígenas para a erva-mate são caá, caá-caati, caá-emi, caá-ete, caá-meriduvi, caá-ti, caá-yara e caá-yarií.

Em outros idiomas temos: Yerba maté, "Mate Tea" ou maté tea (inglês), maté vert (francês), yerba mate (espanhol), malté (italiano), Matetee ou Mate paraguaensis (alemão), mate-tchá (japonês), mateo (esperando).

O SIGNIFICADO DO MATE


A partilha de erva-mate é um dos símbolos da América do Sul de comunicação. Muitas pessoas adquiriram a "arte do mate prime" e cada um apresenta algumas variações específicas para o seu gosto particular. A injeção, assim, que diferentes significados tenham sido emitidos por outros amigável:

Mate Amargo: Simboliza a força, coragem e vida. / Indiferença, não há mais ilusões.
Sweet mate (e espumante) significa amizade, amor.
Ebulição Mate: Hate
Sweet Mate (Injeção de uma mulher para um homem), mostra o amor eo interesse em vir para o casamento. Talk / para os meus pais.
Mate muito doce e quente (Injeção de uma mulher para um homem), mostra o amor ardente, da paixão.

Lavar Mate: Demonstra o desprezo.
Mate com o aditivo de canela: Envie a mensagem de preocupação com os outros ("eu acredito em você.")
Mate com casca de laranja: Você quer dizer "eu vou esperar '/ Vem buscar-me.
Mate Duração: Indica desinteresse ou desrespeito pela pessoa que é primo.
Mate frio: desprezo.
Mate torongil: Nojo.
Acasalar com açúcar queimado: Eu simpatizo com você.
Mate com chá: Indiferença.
Café com Mate: Ofensa perdoada.

Mate com Melaço: Lamento a sua tristeza.
Mate com leite: Estima.
cedro com Mate: Concordo
mel com Mate: Casamento
Ombú Mate: eu estou jogando (laxante).
Espumante Mate: Eu também te amo
agentes Mate lotes: ganha Bad
Mate abrangidos: Rejeitar.

Outros termos utilizados:
Chimarrão: Mate Amargo
Comprimento de mate com capim.
Sela: Matte preparado e pronto para injetar.
"Não vá manco": Não ter um companheiro só para ir a algum lugar.Pelo menos desfrutar de ambos.

###############################traducion##################################

______________Lenda__________

Una de las tribus nómadas estaban en las laderas de las montañas donde nace el río Tabay y cuando se reanudó la marcha, un miembro de la tribu, un indio viejo y cansado durante años, se convirtieron en refugiados en la selva en compañía de Yari su hija, que fue muy bonito. Un día, llegaron a la guarida de un anciano que tenía un extraño color de la piel y vestido con ropas extrañas, que fueron generosamente.


El viejo ofrece al visitante una acuta asado, un roedor de la región, y un plato de tambu, que se prepara con una larva de carne blanca y abundante que los guaraníes crear los troncos de pino.

La leyenda cuenta que el visitante fue enviado por Dios del Bien, que quiso recompensar a tanta generosidad, dándoles algo que siempre se podía ofrecer a sus visitantes y que podría acortar las horas de soledad en las orillas de los ríos donde ellos estaban descansando. Para ellos, ha dado lugar a una nueva planta en la selva, al que llamó Yarí, diosa que protegía, y confió su cuidado a su padre, Caa Yara, enseñándole a secar sus armas de fuego y preparar un plato que puede ofrecer a todos los que visitan.Desde entonces, la nueva planta va creciendo, dando las hojas y ramas para preparar el mate.

Nombres populares
------------------------------------
Mate, herbolarios, congonha, hierba, pasto, cierto, a nivel de congonha, yerba mate, té de Paraguay-, el té de los jesuitas-, el té de las misiones, té kill-the-Paraguay-Argentina, el té- el Brasil, congonha de las misiones, congonheira, matar legítima, matar cierto, mate, tereré, país té verde.

Otros nombres menos comunes son: hierba-de-Saint Barthelemy, cu-de-boi, de oreja a culo, el té-do-Paraná, congonha-de-monte-grueso-congonha verdadera congonha-suave, real congonha , a nivel de la señorita. nombres indígenas para el mate son AAC, AAC-CAAT, CAA-EMI, meriduvi CAA-ete,-AAC, AAC-ti, y caa-caa-yari yara.

En otros idiomas son: yerba mate, "Yerba Mate de té o de yerba mate (Inglés), vert mate (francés), yerba mate (en español), Malta (Italia) o Matetee paraguaensis Mate (alemán), matar Chai (japonés) , Mateo (en espera).

EL SIGNIFICADO DEL MATE


El compartir el mate es uno de los símbolos sudamericanos de comunicación. Hay gente que ha adquirido el "arte de cebar mate" y cada uno le introduce ciertas variantes propias de su gusto particular. A ese modo de cebar se le han adjudicado significados diversos, por demás simpáticos:
Mate amargo: Simboliza la fuerza, el valor y la vida./ Indiferencia, se acabaron las ilusiones.
Mate dulce: (Y espumoso) Significa amistad, cariño.
Mate hirviendo:Odio
Mate muy dulce: (Cebado por una mujer a un hombre) Es muestra de amor, y de interés en llegar al casamiento./ Hablá con mis padres.
Mate muy dulce y caliente: (Cebado por una mujer a un hombre) Es muestra de amor ardiente, pasión.
Mate lavado: Demuestra desprecio.
Mate con el aditivo de canela: Envía el mensaje de interés por el otro ("Pienso en vos").
Mate con cáscara de naranja: Está significando "Te esperaré"/Venga a buscarme.
Mate largo: Indica desinterés o despreocupación por la persona a quien se le ceba.
Mate frío: Desprecio.
Mate con torongil: Disgusto.
Mate con azucar quemada: Simpatizo con vos.
Mate con té: Indiferencia.
Mate con café: Ofensa perdonada.
Mate con Melaza: Me aflige tu tristeza.
Mate con leche: Estima.
Mate con Cedrón:Acepto
Mate con Miel:Casamiento
Mate con Ombú: Te estoy echando (laxante).
Mate espumoso:Te amo demasiado
Mate ensimado:Mala gana
Mate tapado: Rechazo.

Otros términos usados:
Chimarrão: Mate amargo
Largo: mate con muy poca yerba.
Ensillado: Mate preparado y listo para cebar.
"No te vayas rengo": No tomar un sólo mate al pasar por algún lugar. Por lo menos saborear dos.




sábado, 26 de setembro de 2009

BOTAS DE GARRÃO DE POTRO


O folclorista alemão Lehamann Nitsche, pesquisador do folclore argentino, realizou um estudo no Museu de História e Arte de Berlim, em 1908, constatando que a boto de potro ou de vaca aparecia em quase todos os povos primitivos da antiguidade.
Foi o primeiro calçado fabricado pelos nossos índios e gaúchos, por volta do século XVIII. Era comum a tropeiros, changadores, paulistas e lagunistas que tropeavam mulas para Minas Gerais.
As botas eram tiradas de vacas, burros e éguas, raramente do potro que lhes deu seu nome.
Normalmente eram feitas com o couro das pernas traseiras do animal; quando tiradas das mãos, geralmente eram usadas cortadas na ponta e no calcanhar, ficando este a descoberto.
As botas eram tiradas da seguinte maneira: faziam-se dois cortes transversais nas patas do animal morto, um na coxa, o mais alto possível, e outro pouco acima do casco. Retirava-se o couro, puxando e enrolando, de cima para baixo.
A bota de garrão foi muito usada a meio pé, isto é, aberta na ponta, deixnado os dedos de fora, o que facilitava estribar no estribo pampa. mas também foi usada fechada. Nesse caso, deixava-se na ponta uma lingueta maior de couro, que era dobrada para cima e costurada com um tento bem fino, geralmetne de couro de potrilho.
Essas botas, quando em uso, não duravam mais do que uns dois meses.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

LA CHACARERA


Chacarera ...
No hay documentos para probar su verdadero origen en la provincia parece Sandiago del Estero y España para todo el país.

Es un baile que las parejas bailaban junto con la velocidad en compás ternario, empezando por el golpeteo de los pies en el suelo y comenzó a tocar lo guitarreiro.
A principios del siglo XX,la chacarera llega a Buenos Aires,pero a pesar de ser bien recibida la musica popular,no podía competir con el tango.


En los años 60, la chacarera se hizo más popular con el retorno del folclore argentino, con Los Chalchaleiros, Los Tutu Tutu, y especialmente la familia Carabajal, en representación de las generaciones de músicos y cantantes de chacarera, primero con Carlos Carabajal, conocido como "Padre de la Chacarera"y luego con Los Crabajas,Peteco Carabajal de hijo de Carlos),etc. La Chacarera se baila y se reproduce en varias provincias argentinas, principalmente en Catamarca, salta, Tucumán, Santiago del Estero y Jujuy, y también jugó en el folklore Boliviano (Departamento del Gran Chaco, Cordillera). En cada provincia tiene diferentes Chacarera (Chacarera doble,chacarera de ancho,chacarera trunca,etc)
'''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''Tradução''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''
Chacarera...

Não existem documentos que provem sua verdadeira origem nas tudo indica à província de
Sandiago del Estero e se espanhou por todo país.

É uma dança que os casais dançavam em grupo tendo rapidez em triplo metro,começando com o bater dos pés no chão e o guitarreiro começavam a tocar. 
No inicio do séc XX,a Chacarera chega a Buenos Aires,mas apesar de ter sido bem recepcionada  a musica folclórica,não poderia competir com o tango.
Na década de 60,a Chacarera se tornou mais popular com a volta do folclore argentino,com Los Chalchaleiros,Los Tutu Tutu,e principalmente a familia Carabajal,representando as gerações de músicos e cantores de Chacarera,primeiro com Carlos Carabajal,dito como "Pai da Chacarera"depois com Los Carabajal,de Peteco Carabajal(filho de Carlos) etc.

A Chacarera é dançada e tocada em varias províncias argentinas,principalmente em Catamarca,salta,Tucumán,Santiago del Estero e Jujuy,e também tocada no folclore Boliviano(Departamento de Gran Chaco,Cordilheira).Em cada província tem uma Chacarera diferente(Chacarera doble,Chacareara larga,chacarera trunca,etc)

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

COMO SURGIU AS ALPARGATAS

Foi fundada em 1907,del
a Fábrica Brasileira de Alpargatas e Calçados,o escocês Robert Fraser,criou duas fabricas de Alpargatas na Argentina e no Uruguay.
Começou a criar em São Paulo na Mooca,em 1909 a empresa com o nome de São Paulo Alpargatas Company S.A.Estava com um grande sucesso de vendas,graças as sandálias de lonas.
Na década de 30 a empresa de São Paulo teve de se transferir para a empresa argentina.Porem em 1982,com o gradativo processo do capital nacional,em 1982,a fabrica de São Paulo deixou
de participar da fabrica argentina e passou a ser comandada pelo grupo Camargo Corrêa.

Depois das grandes dificuldades em seu centenário,tornou-se uma das maiores indústrias calçadistas do Brasil.

Em 2008 adquiriu mais de 60% da Alpargatas Argentina,

sua antiga controladora, passando a ser a maior calçadista da América do Sul.--------------------------traducion------------

Fundada en 1907, su fábrica brasileña Alpargatas y calzado, el escocés Robert Fraser, ha establecido dos fábricas de Alpargatas en Argentina y Uruguay.
Comenzó a crear en Sao Paulo en Mooca, en 1909 la compañía con el nombre de Sao Paulo Alpargatas S.A.Estava empresa con un gran éxito, gracias a las sandalias de lona.

En los años 30 la empresa de San Paulo tuve que trasladarse a la argentina.Porem compañia en 1982 con el proceso gadual de capital nacional en 1982,la fabrica dejó de San Paulo


a participar en la fabrica argentina y ahora está controlada por el grupo Camargo Corrêa.

Después de las grandes dificultades en su centenario, se ha convertido en una de las mayores industrias del calzado en Brasil.
En 2008 compró más del 60% de Alpargatas Argentina,su antigua empresa matriz, convirtiéndose en el más grande de calzado en América del Sur

BAMBO LEGÜERO


Bombo legüero é um instrumento de percussão do tipo membranofone, originário da Argentina. Seu nome, legüero, vem do fato de que este instrumento pode ser ouvido até duas léguas de distância (ou aproximadamente 5 quilômetros).

É produzido a partir de um tronco de árvore oco (geralmente corticeira), revestido com pele curtida de animais, como cabras, vacas ou ovelhas. Derivado do velho tambor militar europeu, possui um arranjo de anéis de couro nas extremidades para a fixação da pele esticada.

Faz parte da música folclórica da Argentina (zamba, chacarera, etc.) e foi popularizado por músicos como Los Fronterizos, Carlos Rivero, Soledad Pastorutti e Mercedes Sosa.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

O QUE É PAMPA?

Pampa é uma palavra indígena,um lugar plano diferenciando a das coxilhas.A abrange a metade do estado brasileiro do Rio Grande do Sul,seu território ocupa 63%,continuando pelo Uruguay algumas províncias da Argentina e no Brasil

É um bioma conhecido por uma vegetação composta por capim(gramíneas), plantas rasteiras e algumas árvores e arbustos abundantes encontrados próximos a cursos d'água, que não são abundantes. preservação dos animais, além de atenuar o efeito estufa e auxiliar no controle da erosão. Na parte brasileira do bioma, existem cerca de três mil espécies de plantas vasculares,

e aproximadamente 400 são gramíneas:capim-mimoso.

O clima na região é subtropical,que se caracteriza por suas temperuturas amenas e chuvas com poucas diferenças no ano.O solo é fertil,bastante utilizado o cultivo agropecuário

----------------------------------------Traducion ----------------------------------------

Pampa es una palabra india, un lugar de diferenciar coxilhas.A plan cubre la mitad del estado brasileño de Rio Grande do Sul, su territorio abarca el 63%, continuando por algunas provincias de Argentina Uruguay y Brasil.

Se trata de un bioma conocido por vegetación compuesta de pasto (hierba), detrás de las plantas y algunos árboles y arbustos cerca de los cursos de agua, que no son abundantes encontradas cerca de los cursos de agua, que no son abundantes. conservación de la fauna y mitigar el efecto invernadero y ayudar a controlar la erosión. En la parte brasileña del bioma, hay cerca de tres mil especies de plantas vasculares,y aproximadamente 400 son gramíneas, hierbas finas.

El clima es subtropical, que se caracteriza por su temperuturas templado y lluvioso con algunas diferencias en el suelo es fértil año.El, ampliamente utilizado de cultivo agricula