quinta-feira, 20 de junho de 2013

Quíchuas

Também chamados Runakuna, Kichwas ou Ingas) é nome  aplicado aos povos indígenas da América do Sul, que falam o quíchua, . Distribuem-se pela região andina.Os quíchuas do Equador chamam a si próprios, bem como à sua língua, kichwa ou quíchua. Na Colômbia, autodenominam-se ingas. Outros falantes da língua, na região de Junín e partes de Ancash, Peru, chamam a si próprios runakuna' ou nunakuna.
Alguns povos quíchuas históricos incluem:

*Inca; Império Tawantinsuyu (o maior império pré-colombiano)
*Chancas (em Huancavelica, Ayacucho e Apurímac, no Peru);
*Huancas (em Junín, Peru; falavam quíchua antes dos incas)
*Cañaris (no Equador; adotaram a língua quíchua por influência dos

Os falantes de quíchua, 9 a 14 milhões de pessoas distribuídas entre Peru, Bolívia, Equador, Chile, Colômbia e Argentina, apresentam um escasso senso de identidade comum. Os diversos dialetos são, em alguns casos, tão diferentes que se tornam mutuamente ininteligíveis.O quíchua não era falado apenas pelos incas, mas por vários outros povos, incluindo inimigos.Tais como os huancas (wanka é um dialeto quíchua, falado ainda hoje na área de Huancayo) e os chancas (o dialeto chanca de Ayacucho) do Peru, e os Kañari (Cañar) do Equador. O quíchua era falado por alguns povos, como os huancas, antes dos Incas de Cusco, enquanto outros povos, especialmente na Bolívia mas também no Equador, adotaram o quíchua somente durante e após o período inca.
O quíchua tornou-se a segunda língua oficial do Peru em 1969, durante o regime militar.

Lingua Quíchua

Quechua
 (Qhichwa simi / runa simi)
Pronúncia: ['qʰeʃ.wa 'si.mi] / ['ɾu.nɑ 'si.mi]
Falado em: Peru, Bolívia, Equador, Chile, Colômbia, Argentina, Brasil
Região: Andes, Amazônia
Total de falantes: 10, 4 milhões
Posição: 65
Família: Ameríndia
 Quechua
Escrita: Alfabeto latino (variante Quíchua)
Estatuto oficial
Língua oficial de: Bolívia, Peru







O quíchua (qhichwa simi ou runa simi), também chamado de quechua ou quéchua, é uma importante família de línguas indígena da América do Sul, ainda hoje falada por cerca de dez milhões de pessoas de diversos grupos étnicos ao longo dos Andes. Possui vários dialetos inteligíveis entre si. É uma das línguas oficiais de Bolívia, Peru e Equador.

Generalidades

O quíchua era falado na região central dos Andes desde bem antes da época do Império Inca. Ainda é falado hoje, na forma de vários dialetos, por cerca de 10 milhões de pessoas, sendo o idioma nativo mais falado na América do Sul.

História

Desde bem antes da ascensão do Império Inca, no século XV, os diversos dialetos quíchuas eram largamente disseminados na região. Os incas adotaram oficialmente o dialeto dito "clássico" ou do sul. Com a expansão do império por conquistas, esse dialeto se tornou a língua franca do Peru pré-Colombiano, mantendo essa condição mesmo depois da conquista pela Espanha.
Antes dos espanhóis e da introdução do Alfabeto latino, a língua Quéchua não tinha forma escrita. As informações numéricas eram registradas pelos incas por meio de quipos" (cordões coloridos de lã, com diversos nós). Os registros escritos mais antigos do quíchua são do frei Domingo de Santo Tomás, chegado ao Peru em 1538 que aprendeu o idioma desde 1540.
 O quíchua foi espalhado para mais além das fronteiras do Império Inca pela Igreja Católica que a escolheu para sua pregação entre os índios. Onde os povos quíchua e aimará convivem, os falantes do espanhol dão preferência aos termos quíchuas.
A maior dificuldade para o uso mais corrente e ensino do quíchua é a falta de material escrito, tais como jornais, livros, revistas, softwares etc. As modernas tecnologias de informática vêm dificultando mais ainda o uso do idioma. Tanto o quíchua como o aimará e as demais línguas indígenas sobrevivem na linguagem oral.

Dialetos

O idioma quíchua se distribui conforme os dialetos a seguir:
 Waywash, falado no Peru central. É o mais diferente dos dialetos, sendo considerado por alguns estudiosos como sendo uma língua separada.
  •  Wanp'una (viajante), apresenta três ramos:
  •  yunkay, falado no ocidente do Peru.
  •  Quíchua nortenho ( Runasimi, Kichwa), falado na Colômbia, no Equador e nas terras de planície na Amazônia peruana e equatoriana.
  • Quíchua do Sul, falado no sul do Peru, na Bolívia, na Argentina e Chile. É o principal ramo, pois apresenta o maior número de falantes e tem significativo legado cultural e literário.

Falantes

  • Argentina: 100,000
  • Bolívia: 2,100,000 (2001)
  • Brasil: desconhecido
  • Chile: pouquíssimo, em bolsões nos altiplanos norte. (Ethnologue)
  • Colômbia: 9,000 (Ethnologue)
  • Equador: 500,000 a 1,000,000
  • Peru: 3,200,000 (1993))
Pode haver, além disso, algumas centenas ou mesmo milhares de falantes do quíchua fora da área tradicional em comunidades imigrantes.

Vocabulário

Muitas palavras originárias do quíchua foram para outros idiomas, através do espanhol, como é o caso de “coca”, “condor”, “guano”, “jerky (comida)”, “llama”, “pampa”, “puma”, “quinine”, “quinoa”, “vicuña”, “gaucho”
As influências sobre o espanhol são visíveis com em chuchaqui para "ressaca" (de bebida) no Equador. Também nas diversas formas para designar os males da altitude:  sorojchi, soroche.
Quíchua também se apropriou de palavras do espanhol como pero (de pero, "mas"), bwenu (de bueno, "bom"), burru (de burro).

Curiosidades

  • O hutês, língua ficcional do filme Star Wars, falado pelo personagem Jabba, the Hut, se baseia na lingua quíchua. Conforme Jim Wilce, professor-assistente de Antropologia da Northern Arizona University. Wilce e Sonafrank discutiram o assunto e chegaram a propor que houvesse um alienígena que falasse quíchua, em função das ideias de Erich von Däniken (autor de Eram os Deuses Astronautas), segundo o qual os monumentos incas teriam sido criações de extraterrestres. Sonafrank desistiu da ideia para evitar ofender os quíchuas o diálogo foi rodado ao contrário e gravado assim.
  • O Presidente do Equador, Rafael Correa, é falante fluente de quíchua.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário